Apaixonada por um Homossexual, e agora?

[Postagem Resposta] O que fazer?

Recebi um mail de uma leitora sobre a história dela. A situação é essa: Ela gosta do amigo que é gay, e eles combinam bastante e estão sempre juntos. Muitas pessoas até acham que eles foram um belo par. Pode parecer uma história engraçada aos olhos de muitos, mas não é. Nosso coração se apaixona por quem nos trata bem, quem podemos confiar, ele ama aqueles que nos faz sentir bem. Este é o caso de nossa amiga. 

Vamos pensar no que fazer. Se abrir com ele, uma hora ou outra, será inevitável. Mas você precisa antes pensar em alguns pontos importantes neste caso delicado. Numa relação em que você sabe o que o outro quer, podemos ter pistas se o outro está interessado por nós, e saber se podemos apostar ou não. Porém, acredito que você se sinta pisando em ovos. Você precisará seguir algumas etapas para saber qual atitude tomar.


Tente Definir como Ele é

Existem gays e gays. Se ele for do tipo que nasceu assim, aquele que tem aversão à mulher, sempre teve relacionamentos com homens e nunca antes um contato feminino, esqueça. Esse é o tipo de pessoa decidida que costuma se igualar a uma mulher na forma em que olha pra ela. Mulheres, não importa o quão amigas são, estarão sempre competindo, e com aquela pontinha de inveja, que as torna diferentes quando o assunto é um homem em comum. Ele gosta de homens, assim como você gosta dele, e não sentirá atração. 

Se ele for aquele gay que já teve alguma mulher antes, ou que experimentou um relacionamento homossexual e gostou, sentiu afinidades, você pode então ter alguma esperança dele se envolver com você. Muitos gays - ou melhor, bissexuais - já foram casados ou tiveram filhos, e podem ver uma relação com outra pessoa da mesma forma, sem preconceitos, apostando no que a pessoa realmente é por dentro, deixando falar o coração. 

E se Eu Conseguir?

Se você conseguir, não significará que ele deixará de ser quem é. Em primeiro lugar, você precisa aceitá-lo como é. De certa forma você já aceita, mas tem certeza que não tem vergonha dele? Você não deve tentar mudá-lo. Precisa ver se está disposta a encarar o jeito dele, se não terá vergonha de assumir isso pra ninguém, se o seu sentimento é maior do que qualquer diferença entre os dois, e principalmente ter a consciência de que não é só porque você está com ele, que ele terá deixado de ser gay. Senão, você poderá ser frustar. Se vocês estiverem juntos, de certa forma você terá mais "concorrentes" em comum na questão. Se um dia se separam, precisa saber que poderá ser trocada por um homem, tanto quanto por outra mulher, e estar preparada pra isso.

Quanto mais o ser humano tem, mais ele quer, e mais seu coração se fere com isso. Ao conseguir estar com ele, não poderá exigir que ele deixe de ser quem ele é. Lembre-se de que é este homem quem você gosta, e foi assim que você se apaixonou por ele.

Traição, Nunca é Desculpa

Por outro lado, não importa que ele seja gay, ou nunca deixe de ser. Traição é traição, independente de sexo. Se ele aceitou um compromisso com você, o fato dele ser gay, não será desculpa para que ele te traia, mesmo que seja com um homem. 


Ele terá que ter plena consciência disso, e precisaria ficar claro, caso o relacionamento fosse possível.
Você também teria que aprender a levar a relação de uma forma especial, para que ele não sentisse necessidades de te deixar. Saiba que o risco seria real, mas isso depende de cada um, dependeria da forma em que ele encarasse essa relação e de seu caráter.

Como Contar?

O grande momento é inevitável. Se você está ciente de tudo o que eu citei acima, e acha que teria alguma esperança, vale a pena tentar. Os gays na maioria das vezes, são homens extremamente delicados, sensíveis, e os melhores amigos que uma mulher pode ter. Inclusive, melhores cabeleireiros também :). Muitas vezes as mulheres se apaixonam, exatamente por isso, porque eles possuem um lado que um homem comum não possui. Eles possuem uma empatia mágica pela nossa forma de pensar e de ser, e conseguem ser nossos melhores confidentes, nos favorecendo uma intimidade fora do comum. Muitas vezes são vistos como um homem ideal. 

A grande intimidade que você possui com ele, é uma espécie de almofada acolhedora para que você diga realmente o que sente, ao contrário de fazer uma confissão dessas para um homem comum, você estaria muito mais insegura para começar uma conversa e se sentiria muito mais perdida. Ele gosta de você, mesmo que não da forma que você gosta dele, ele irá compreender. O Fato dele dizer não, dependendo do grau de amizades de ambos, não quer dizer que você será abandonada por ele em função deste sentimento. O grau de compreensão é maior, e é possível que ambos encontrem uma saída pra isso. Acredito que muitos gays já lidaram com esse tipo de situação de forma delicada, e procuraram juntos uma forma de resolver. 

Acredito que se ele é seu amigo de verdade, não vai querer vê-la sofrer, e mesmo sendo um não a resposta que você esperava, ele irá se abrir e explicar o que sente de verdade, fazendo com que você entenda seu lado.

Você terá que contar a ele se julgar que seus sentimentos são fortes demais, e se achar que o ama de verdade e que não conseguiria esquecê-lo facilmente. Mas caso contrário, o tempo poderá limpar seu coração, mantendo um sentimento de amizade puro e verdadeiro por ele. Não se deixe abalar por piadinhas sobre a sua situação. É muito fácil estar do lado de fora do problema alheio e criticar. É muito fácil não se colocar no lugar do outro. Como não o conheço, espero que a ajuda tenha lhe servido. Desejo muita força para seja qual for sua decisão. E não se esqueça de riscar qualquer preconceito do seu dicionário.