Opostos NÃO Se Atraem

Amor, a gente se completa!
Bem polêmica a frase que todos usam por aí, dizendo que "os opostos se atraem", é bem discutível.

Às vezes realmente pode ser interessante conhecer alguém diferente, muitas vezes por instinto ou curiosidade, alguns casais opostos se formam, a vontade de conhecer um mundo novo ou se aventurar e conhecer se envolver com idéias diferentes daquelas que você está acostumado, a curto prazo, tudo parece excitante e desafiador, mas pode ter certeza que estes casais, já vem com data da validade impressa e não vão durar muito tempo.

Logo, aquilo que era novidade passará a ser tormento, motivo de discórdia, incômodo, porque você estará cansado de um mundo o qual você não pertence.

 É quase certo que vocês serão cheios de "separa e volta".
Imagine um casal, onde ambos não tem gostos em comum, onde a personalidade é muito diferente, caminhando para lados opostos, não acreditam na mesma coisa, não gostam da mesma música, religião, livros, conceitos de vida, e o principal: valores totalmente diferentes.
Pode até ser por exemplo, que você tenha agradado o seu amado para atraí-lo quando o conheceu, dizendo que gostava daquele funk pancadão, e quando ele te acompanhava para aquela boate ou até mesmo uma comida chinesa, que na verdade ele sempre odiou, ele comia.

A verdade, é que casais que compartilham um gosto ou idéia em comum, são bem mais felizes e tem muito mais chances de envelhecerem juntos, do que casais que não sejam compatíveis.

A idéia de que casais compatíveis no gosto enjoam facilmente um do outro é falsa. Eles tendem a compartilhar o tempo livre juntos, desenvolver atividades em comum, quase ou raramente brigar um com o outro, principalmente se tratando de valores, conceitos, como por exemplo religião, sexualidade e preconceitos. Vou citar um exemplo bem real, um casal em que o homem acha que é normal trair a mulher ou namorada, mas ela não consegue abandoná-lo porque o ama ou acha que pode fazer ele mudar de idéia. Imagine a seguinte situação: uma mulher que adore futebol, games, ou um bar noturno, um homem que goste de andar com você pelo shopping, dar dicas de um vestido novo que o agrada, se interessar por culinária e assistir suas novelas prediletas ao seu lado, com direito a comentários sobre o que assistiram.

É claro que se os dois forem por exemplo nervosos, ou agressivos, se ambos possuírem uma característica ligada a um estopim de nervos, em que a qualquer estresse os dois estouram, certamente seria uma das únicas vezes em que eu acredito que é muito mais saudável ser oposto ou que pelo menos um dos dois consiga pensar antes de agir.

Conhecer alguém, e fazer o que ele gosta só por agrado, abdicar ou ceder pouco ou totalmente de suas opiniões e gostos é uma coisa. Ter muita coisa em comum com a pessoa amada é outra, mas ser totalmente diferente, não abrir mão de suas idéias e discutir praticamente todos os dias, e ainda dizer que você e seu amor são opostos, e por isso estão juntos é de se pensar...