Seu namorado se acha um sabe tudo?

Namorado Chapolin! Seu namorado não aceita nada do que você diz, faz você se sentir uma idiota perto dele, e nunca assume nada que faz errado


Aí está, seu namorado é um Chapolin! Todos os movimentos dele são friamente calculados, e não importa se na situação você está certa, ele nunca vai admitir isso e sempre vai se passar pelo "sabido".

Essa característica não veio exatamente do seu relacionamento, nem se desenvolveu nele, provavelmente a mulher com quem ele precisará passar o resto da vida, terá que ser bem submissa ou não vai dar certo.


Você concordou

No início do namoro, foram as suas ações de apaixonada que o levaram a se soltar demais nesse aspecto. Você devia achar o máximo o fato dele parecer tão inteligente, e você mesma por comodidade preferiu que ele tomasse todas as decisões, dando valor a cor do tapete por exemplo, do que a forma de pagamento e preço dele no caixa.

Conforme você relaxava deixando tudo nas mãos dele, no momento em que você tentou tomar o controle de alguma coisa ele te reprimiu, porque já estava acostumado a mandar em tudo e tomar todas as decisões.

Ele é inteligente

Não vamos negar que este tipo de homem é inteligente.

O problema vem da criação dele, onde provavelmente ele era uma criança fora do comum onde vivia, criativa, inteligente, e na maior parte das vezes, era elogiado por um adulto e supervalorizado perante as outras crianças.

Aos poucos ele foi se formando como uma pessoa que todo mundo ia até ela perguntar alguma dica pra um problema, e ele começou a achar que sabia a resposta pra tudo.

Com o passar do tempo, ele começou a confiar muito em si, passando do ponto que deveria. Seu namorado perdeu algo muito importante: a humildade.

Você é burra?

Não, você não é burra... não pelo menos no que se diz sobre a capacidade de fazer alguma coisa, mas está sendo burra de deixar ele tomar o controle de tudo.

A parte mais difícil da relação e mais chata - provavelmente documentos, papeladas, grandes decisões, não podem de maneira alguma ficar apenas nas mãos da pessoa que se acha superior.

Em alguns anos, ele estará te destratando perto de amigos, e neste momento se você não fez nada, é porque aceitou as orelhas de burra.

O que fazer?

Se você não suporta mais a situação, é bom deixar claro já no início.

Dividir tarefas, tomar atitudes, chegar na frente, fazer as coisas acontecerem e provar pra ele que você não é besta é a saída.

Em muitos casos existe uma incompatibilidade entre as duas pessoas.

Se você for uma mulher do tipo mandona, não vai se dar bem nunca com um homem desse tipo. Quando não tem alguém mais flexível na relação, pode saber que não existe outro caminho a não ser a separação. Neste caso com os dois bicudos, nenhum deles vai querer admitir  que errou, e quem fizer isso primeiro é engolido pelo outro.

No caso acima não temos uma relação de cumplicidade, e sim competição. Relacionamento a dois é o inverso de briga por territórios e disputas.