Mulher e sexo casual combinam?

 A mulher consegue lidar com sexo casual como o homem?
A mulher conservadora, irá se apegar a conceitos mais antiquados com relação ao sexo.

Sabemos que nossa sociedade começou a tratar as mulheres com menos desigualdades a pouco tempo, e que antes o machismo tomava conta. Vale à pena mencionar que MUITAS mulheres são machistas, e que elas próprias no ato de serem conservadoras, estavam lutando para manter esta cultura no ar.



Podemos dizer que a mulher conservadora sexualmente em si hoje, é aquela que preserva traços culturais das décadas passadas, porém precisamos lembrar que as mulheres se envolvem muito sentimentalmente com outras pessoas, o que dificulta o sexo casual. Será apenas fator cultural?

Qualquer pessoa mais solitária, tende a se envolver de corpo e alma com alguém, principalmente se ela faz sexo com esta pessoa, porém as mulheres ainda mais.

Pra uma mulher sentir prazer no sexo primeiramente, ela precisa estar entregue e principalmente concentrada com os sentimentos, em sintonia. Já o homem só precisa deixar os instintos fluirem e ver o sexo acontecendo. O simples fato de ver um corpo já é o suficiente pra que ele vá até o fim.


Um bom sexo

Após o ato sexual, a mulher fica fragilizada, poque ela vai ter a sensação de que o homem "teve o que queria" e vai se sentir levemente usada. Em geral é uma das explicações que os cientistas dão para que ela sempre tenha vontade de ficar abraçadinha depois do sexo.

Se o homem foi bom na cama, ela vai querer repetir, mas em geral se o sexo é casual, o homem pode até repetir mas logo vai partir pra outra - assim que ela pintar no pedaço.

Apenas o simples ato de "ser trocada por outra" já é o suficiente pra uma mulher se envolver e se comparar com outra mulher, a ponto de perceber que está apaixonada.

Portando, é bom ter em mente que as mulheres estão amarradas de várias formas a não fazerem sexo casual como os homens:

- Fatores culturais


- Conservadorismo


- Envolvimento sentimental 


- Competição 

Contra apenas o prazer de curtir o momento que o homem pode sentir sem se comprometer.