Separação de casal: os filhos tomam as dores dos pais.

Quando os pais se separam e os filhos ficam com raiva de um dos dois

O assunto é bastante delicado. A separação de um casal sempre envolve diversos fatores que são os motivos para que ela aconteça, porém em 100% dos casos, os motivos de mágoa,  incompatibilidade e erros cometidos pelo casal, nunca tem a ver com o filho em questão, mas ele pode ser usado como arma para atingir o outro ou acabar sendo magoado também.


Fique alerta.

Na grande maioria das vezes, um dos dois não vai estar contente com a separação e também aquele que foi traído ou ferido de alguma forma, tende a passar o que está sentindo para o filho.

Mesmo que seja sem querer, quando o filho - seja ele criança ou adulto - se envolve no problema dos pais, ele pode acabar tomando as dores de um dos dois e é aí que tudo complica.

Ele irá ficar contra aquele que cometeu um erro ou aquele que ele acha que foi o "pior" no problema. Como ele vai ficar sobre influência daquele que está morando com ele: seja a mãe abandonada por exemplo, ele poderá ser injusto quando fizer um julgamento, já que só vai olhar as coisas por um lado.

Por isso que na maioria das vezes quanto mais novo o filho, mais ele vai se envolver com aquele que ele mora, e quanto mais velho, mais "justo" poderá ser o julgamento dele, já que poderá ter mais contato com ambas as partes e entender o ponto de vista de um ou outro. De qualquer forma, ele não deve tratar nenhum dos dois de forma diferente, já que o problema não é com ele.

Se você é filho e seus pais estão se separando ou já se separaram, procure ouvir o que os dois tem a dizer.

Outra coisa é que você precisa tomar cuidado já que a separação é entre os seus pais. O pai está se separando da mãe e não do filho por exemplo.

O sofrimento dos pais.

Na separação os pais vão sofrer muito quando existe um julgamento vindo dos filhos. Muitos casais não se separam por "medo" do próprio filho fazer o julgamento, sofrer ou perder o amor.

Certos casais continuam morando juntos se aturando só para que o filho não sofra, abrindo mão da própria felicidade por eles.

Filhos precisam tomar cuidado para não serem egoístas demais e não estarem pensando apenas em si próprio. Como filho, você precisa entender que é impossível numa separação que sua mãe ou pai não te machuque ou não se machuque, mas nenhum dos dois deixarão de amar você. Tome cuidado para não sofrer a dor daquele que foi abandonado, para que a sua dor não se transforme na dor da mãe ou pai.

Como filho você terá o papel mais difícil na separação: ser imparcial.