Fim do namoro: Seu corpo pode estar dependente de alguém

Seu corpo pode estar sentindo falta de velhos hábitos e fazendo a separação doer mais do que deveria

Todos nós temos hábitos que repetimos dia após dia muitas vezes sem perceber. Quando fazemos algo e nos "apegamos" aquilo, podemos dizer que estamos numa zona de conforto.



Pequenos hábitos podem ser considerados sua zona de conforto: o mesmo trajeto que você faz quando sai do trabalho, se sentar todos os dias no mesmo horário pra fazer algo, sempre usar maiô na piscina até mesmo um pensamento de não aprender alguma coisa nova por qualquer motivo. A zona de conforto também pode ser construída num namoro ou relacionamento.




Criando hábitos


Seu namorado te leva sempre ao cinema nos sábados


Sua namorada gosta de conversar com você todos os dias no mesmo horário


Vocês sempre saem pra caminhar depois do almoço


Na cama vocês sempre se deitam na mesma posição pra dormir


Seu namorado sempre te leva pro trabalho de carro


Canções de ninar 


Cafunés que só ele ou ela sabiam fazer

Assim como você que não consegue viver sem café e é fisiologicamente dependente, também ficar de mau humor por isso, sua mente também pode "viciar" em hábitos, e a realização destes hábitos e o prazer que se obtém em  satisfazê-los, nos coloca numa zona de conforto.

Quando terminamos um relacionamento de longa data, podemos ter hábitos que nos apegamos e é aí que a coisa complica. Não só a pessoa ter ido embora mas também os momentos vão doer, e muitas vezes arranjar outro alguém não supre a necessidade, porque você sente falta do momento.

Um leitor deixou um trecho muito interessante sobre ele e uma garota:


"Há algum tempo, principalmente na parte da noite eu sentia um incômodo muito grande, porque era a hora que eu estava acostumado a conversar com uma garota, que até então já não estávamos falando da mesma forma devido a alguns problemas que aconteceram."

O problema na solução é que você pode ter consciência de que ficou "dependente" daquilo, porém não é o seu psicológico que vai clamar pelo momento ou sentir falta da rotina, e sim o corpo, que se sentia bem com aquele momento de prazer é que vai te incomodar.


Como citei acima, nem sempre outra pessoa vai suprir tudo o que você sente falta agora do antigo amor. Algumas pessoas conseguirão tapar os buracos, principalmente quem decidiu a separação, já que ela tomou a decisão porque não estava obtendo prazer no relacionamento. Pra teste alguém é muito mais fácil a substituição, mas pra quem "ficou", com certeza será pior, porque ela será obrigada a sair de sua zona de conforto.

O simples fato de você mudar de hábito, ter que retomar uma rotina desconhecida não só para a sua mente mas para seu corpo, vai causar um incrível desconforto porque você não queria fazê-lo, não tinha a intenção de mudar o hábito, estava relaxado e ou bem ou mal satisfeito.

A solução é procurar coisas ou pessoas que supram a necessidade daquele momento ou hábito. Fazer seu corpo sentir prazer com outras sensações e substituí-las pelas que você sente falta.

"Procuro evitar comparações entre flores e declarações, eu tento te esquecer"