Quais as regras para um relacionamento estável?

Para tudo existem regras. Quais delas podem estragar sua relação se não forem seguidas?

A palavra regra incomoda muito algumas pessoas. Nem todo mundo consegue viver bem diante de regras ou consegue respeitá-las. Algumas pessoas simplesmente não sabem que em determinadas situações existem algumas regras.

Numa relação existem regras que ficam subentendidas, quase escondidas, mas se você está numa relação mais séria com alguém, de uma forma ou outra está cumprindo algumas delas.

Quais são as regras do "jogo"?

Em todas as situações do cotidiano temos regras.

Temos regras no trabalho, como horários a cumprir, temos que manter a mesa limpa, a casa limpa, todo o conjunto de regras que cumprimos durante o dia e nem mesmo pensamos nisso.

Assim é também um relacionamento mais sério.

Quando firmamos uma relação, as regras surgem quase que automaticamente, e o descumprimento de uma ou  algumas delas, é o que irá desequilibrar de alguma forma esta relação ou colocar nossos sentimentos à prova.

Quais são as regras?

Respeito


O cumprimento desta regra durante os anos, é fundamental para que nenhum dos dois coloque o outro em condição vergonhosa perante as pessoas. Se você zomba do parceiro em público, faz piadas com ele perto dos amigos, você está indo contra uma pessoa que na prática precisa ser sua amiga, aliada.

Vemos o desrespeito escancarado entre irmãos. Irmãos adolescentes por exemplo, não possuem mais respeito um com o outro por causa da vivência, e é aí que mora o perigo. Você não pode deixar a rotina destruir o respeito que você tem com seu parceiro.

No início, costumamos dizer obrigado se você esqueceu a toalha de banho e seu amor pegou, pede por favor quando ele pega água pra você enquanto você está ocupada, mínimas coisas que irão desaparecer com o passar dos anos e não devem.

A lição aqui é não se esquecer da regrinha do respeito.

Confiança/Lealdade

Uma das coisas mais batidas e todo mundo sabe muito bem.

Toda relação onde a lealdade é quebrada, nunca mais é a mesma.
O relacionamento passa por uma crise horrível, o traído muda bastante, as coisas caminham para o pior, isso se o casal não se separa logo quando é descoberto.

Como eu costumo dizer, o traído sofre muito e quem trai não entende, porque não passa por aquilo.

Intimidade

A tendência de uma relação é começar sem intimidade, depois ela aumenta (e deve aumentar), mas com o tempo ela pode diminuir.

A intimidade faz com que você entenda o que está se passando na cabeça do parceiro/parceira e se torna uma "arma" muito benéfica para ajudar você nos problemas que irão surgir.

Se você não é íntimo do namorado, você não vai entender o porquê dele fazer certas coisas, vai brigar, e vai fazer ele compartilhar o que gosta com outras pessoas - sejam amigos ou até mesmo pretendentes...

Diálogo

Sem diálogo e com excesso de individualismo a relação afunda.
Você tem problemas e não bota pra fora, seja com pena ou seja porque não quer brigar.

Seja lá o motivo que for, JAMAIS guarde as coisas que está sentindo. Não deixe que elas se acumulem, fale agora, mesmo que seja um problema pequeno. Não se esqueça de aplicar a regra de cima: faça isso com respeito, com jeito.