Vale a pena voltar?

Vai e volta na relação. As pessoas mudam?

Nossa leitora parece viver uma bagunça neste momento. Sua vida ficou de pernas pro ar em menos de um ano, por um ficante que não quer saber de outra coisa além de farrear.

Além de uma criança envolvida, ele não deixa ela seguir em frente.


Leitor diz: Vale a pena voltar?
UmOmbroAmigo diz: Este homem não vai mudar


Conheci o Artur e começamos a ficar, so que no começo ele ficava comigo durante a semana e o final de semana ele sumia pra farrear.

Eu levava numa boa ja que não tínhamos nada serio. Em um pouco mais de 1 mês começamos a namorar; foi um namoro conturbado, pois ele mentia e saia escondido. No outro dia eu descobria e terminava, ele chorava e pedia pra voltar dizendo que ia mudar.

Mudava por uma semana e fazia tudo de novo.

Com 8 meses de namoro engravidei. Sempre foi o sonho dele ter um filho, mas eu nunca quis realmente e aconteceu.Quando engravidei tudo mudou, e passou a ficar mais em casa. Só saia comigo, tinha seus dias de sair as vezes pra jogos de futebol que sempre foi o vicio dele.

 Sempre foi um homem que não deixava faltar nada, me amava muito.

Depois que tive o Artur filho, no começo foi mil maravilhas. Porém depois, ele começou a querer voltar à vida de antes saindo para assistir jogos de futebol com amigos solteiros, e chegar de madrugada em casa. A desculpa era que o menino era pequeno, mas que eu não me preocupasse, que quando ele crescesse um pouco tudo ia mudar,  viajaríamos etc.

Não suportei e sai de casa.
Ele veio atrás e pediu pra voltar, eu voltei. Saí de casa mais uma vez e ele voltou, mas terceira, ele nao veio mais atrás, dizendo que ja estava cansado, no limite e começou agir diferente.

Comecei a sentir a falta dele, e vi que estava errada. Corri atras do prejuízo, fui atrás, implorei, mas ele dizia que não sabia se queria mais.

Nesse meio tempo enquanto eu ficava em casa chorando com nosso filho, ele farreava todos os dias. Eu ligava todos os os dias pedindo pra ele voltar. Perguntava se ele estava com alguém, ele dizia que não.

Um dia fui passar na casa da mãe dele. Ele estava dormindo lá. Neste dia vi ele escondendo algo. Quando ele saiu fui ver o que era, um pacote de camisinha.Fiquei muito decepcionada porque ele disse que não tinha ficado com ninguém. Na mesma hora levei as camisinhas e aliança no bolso, ele disse nada então dei um tapa na cara dele e joguei as camisinha nele também. Ele jura não era dele, mais de quem mais seria? O unico homem que tinha na casa era ele...

Peguei todas as minhas coisas e me separei de verdade. So que mais uma vez me arrependi. Foi então que ele começou a me esnobar, pisar como ele nunca havia feito. Mas continuei lutando, passei a ir a igreja e não saí nenhum dia de casa enquanto ele farreava todos os dias.

 Já se passando mais de 15 dias, depois de outra tentativa, resolvi esquece-lo e viver minha vida com meu filho, só que quando ele chegou para ver o nosso filho, eu não falei com ele, estava me arrumando para ir ao shopping. Chamei um taxi. O taxi chegou e eu entrei no carro, porém ele pensou que eu estava me encontrando com alguém, e ficou louco ligando, sem deixar eu falar, achando que eu tinha outro. Eu disse que era apenas um taxi e pediu desculpas.

Depois disso na segunda me ligava direto, começou a vir atras de mim. Na terça conversei com ele perguntei mais uma vez se ele estava com alguém e ele resolveu abrir o jogo, dizendo que tinha ficado cmo duas meninas na festa quando ele saiu, mais não passou disso.

Não sei o que faço. Fico me imaginando sera que ele me ama de verdade? Sera que vale a pena tentar mais uma vez? 

@umombroamigo

Amiga, sua relação já começou errada. Vocês eram ficantes e ele já fazia tudo errado. Neste post aqui  você pode ter uma noção de como namoros que começam com "ficar", costumam acabar cedo. 

Depois de já ter cometido um erro de namorar sério com ele, você teve TODAS as dicas mais que na cara de que ele NÃO prestava: sempre melhorando por uma semana e piorando de  novo. Ele não estava pronto para um namoro sério, quem dirá um casamento ou pior, um filho. 

No final das contas você se sentiu culpada por erros que não cometeu e se arrastou por ele. Pra piorar, ele estava curtindo e "vigiando" você para que não pudesse seguir com a sua vida: ele podia arrumar quantas garotas quisesse, mas você não

imagens