Meus pais me tratam como criança

Não importa quanto tempo se passe, seus pais ainda tratam você como criança?

Se tem algo que você precisa saber, é que seus pais nunca irão tratar você como um adulto.

Raramente eles aceitariam você ensinando uma coisa ou outra pra eles.


Conflito com adolescentes

A fase em que abandonamos a infância e entramos na adolescência, começamos a formar nossa consciência crítica, questionar valores, obter um espaço diferente na hierarquia de casa, é o principal momento em que os pais e adolescentes irão brigar mais.

As mães, irão sentir uma certa ameaça das filhas, no sentido de que elas estariam tomando um espaço ou tentando ensinar a elas como viver.

As meninas viverão um momento de estresse com as mães no início da adolescência, e com os pais, no período de namoro.

Já falei aqui sobre os pais que não deixam os filhos saírem de casa, que é um problema muito comum, e diga-se de passagem, uma das postagens do blog com os maiores números de comentários de filhos reclamando que são tratados ainda como se fossem bebês.

Veja mais em:
Meus pais me prendem em casa

Quando isso vai passar?

A resposta não é animadora. Nunca.
Você pode ter quarenta anos, que seus pais ainda irão tratá-los como "inferiores" - num sentido mais rudimentar da situação, - irão tratá-los como se ainda fossem os "bebês" deles, e nunca irão atingir a maturidade.

Na cabeça do seu pai, de sua mãe, a coisa funciona um tanto diferente.

Você nasceu de sua mãe. Você não sabia fazer absolutamente nada, e foram eles quem ensinaram você a falar, andar, comer, e todas as coisas mais comuns e banais que você faz hoje.

Este processo não é superado na mente deles, já que desde que você é um bebê até muitos anos depois, você continuará aprendendo coisas que eles irão te ensinar.

Horas, você ainda é a mesma pessoa que sua mãe pegou no colo, a mesma pessoa que ela levou no troninho, a mesma pessoa que ela ensinou a fazer os deveres de casa, e de repente está tentando ensiná-la a usar a busca do google?

Pais que param no tempo.

O maior foco dos conflitos, bem atrás da fase de namoro e baladas, é aquela fase em que o filho continua a buscar conhecimento e os pais param no tempo.

O mundo continua a girar. Novas tecnologias estão sempre surgindo, e aquilo o que você faz hoje de um jeito, pode se transformar e ficar mais prático amanhã.

Os pais costumam achar um absurdo quando um filho tenta ensinar algo que ele fazia do mesmo jeito por anos e anos, de forma diferente. Com a velocidade tecnológica, os pais caem facilmente em problemas anacrônicos.

O próprio computador, tem sido algo que os pais relutam em aceitar, e onde os filhos em sua maioria sabem mais que eles.

É muito comum que as pessoas parem de se atualizar em uma determinada fase da vida. Esse tipo de comportamento não é positivo pra ela mesma - já que terá muito conflito com a tecnologia e adaptação do meio.
Infelizmente os pais irão conflitar com seus filhos neste ponto.

Um exemplo típico na década de 90, eram pais que insistiam que videogames estragavam as televisões. Muitos filhos já conflitaram com os pais neste ponto.

Sair sem agasalho faz você ficar gripado? 
NÃO!
Assim como tudo se moderniza e atualiza, os conhecimentos e pesquisa sobre os assuntos também.
Muitos adolescentes de hoje, já sabem que a gripe/resfriado é um vírus, e que nada tem a ver com o frio.
Mesmo que você prove isso para seus pais, eles irão fingir que não é verdade, contestar cientistas e provas, até mesmo médicos, em nome da tradição.

Assim, tudo de novo em termos de conhecimentos que você tentar implementar em sua casa, e que seus pais não conhecem, será contestado e causará um conflito direto.
No final das contas, os pais irão jogar na cara de seus filhos que eles são os donos da casa, e que eles mandam nos mesmos.

Você não deixará de ser submisso aos seus pais enquanto não tiver a sua independência.

Os pais têm razão?

Muitos jovens não têm ainda a visão de como as coisas funcionam. A maior queixa está por conta de não terem liberdade de sair de casa.

Os pais SEMPRE serão super protetores.
Eles temem que qualquer coisa ruim aconteça com você.

Você NUNCA vai deixar de ser aquele bebê que um dia eles pegaram nos braços, por isso haverá sempre uma relutância quando você tentar tomar qualquer atitude adulta.

Namoro da filha, noivado, casamento. Na cabeça de um pai, a coisa funciona de forma mais radical. É a sua filhinha sendo entregue para um outro homem, que nunca a pegou no colo, que não sabe como ela vale ouro, e a fará sofrer.

Tudo isso ele irá pensar, mesmo que vocês se amem.

Cada caso é um caso. Mesmo que você tenha maturidade para sair e não cometer erros, na cabeça dos seus pais, você sempre será um bebê.

imagem - getty