Infiel com o meu marido

Meu marido é bom pra mim e traio ele mesmo assim

Olá, sou casada faz vinte anos.
Meu marido é um homem muito trabalhador, um ótimo pai, não me deixa faltar nada.

Mas às vezes falta alguma coisa. Há três anos conheci um homem pela internet, começamos a sair juntos. Adoro este homem, mas ele também não sabe o que quer.


Quando a gente passa a gostar, o que era diversão se torna sofrimento. Não sei mais o que eu faço.
Tento sair dessa situação e não consigo. Ele sempre me liga e vou correndo, não consigo evitar.

Isso me faz mal. Às vezes consigo não atender os telefonemas dele, mas na maioria das vezes atendo.

Queria ser forte para tomar uma decisão. O que eu faço, deixo de atendê-lo? beijos, adorei descobrir esse cantinho.
Sandra.

A primeira coisa importante, é que o seu marido te sustenta, rala o dia inteiro, ama o filho e não faz ideia do que você anda fazendo.

Ele pode até ter perdido o foco da relação, esse tipo de coisa acontece muito mais com os homens, que não tem tanto o foco no sentimental quanto à maioria das mulheres.

Neste momento o seu maior problema é "atender ou não aos telefonemas". Será mesmo que você ainda não percebeu o tamanho do rombo que está fazendo?

Traição nunca dura para sempre. Ela nunca é a melhor solução pra problemas de sexo e falta de envolvimento do casal. Você parece egoísta demais à ponto de ter jogado tudo pro alto e não ter pensado em dar uma chance pro seu marido, conversado com ele sobre sua insatisfação, ou ter pensado um pouquinho antes de dizer "sim" para um homem de fora, e tentado arrumar a brecha do que "o seu marido deixa faltar pra você"

Seja honesta com as pessoas que te amam. Seu marido, que trabalha para tentar dar um conforto a você e ao seu filho. As pessoas que não sabem muito bem como manter um casamento, pensam que não precisam mais de  dar carinho, manter o romantismo, atenção, e podem focar só no material - grande erro de muitos homens - A rotina mata a relação, mas isso não quer dizer que seu marido não possa acordar e perceber que falta algo mais.

Ele não é adivinho. Continuar enganando é que não pode.

Leia aqui: