Ele é frio comigo


Um amor bipolar

Após alguns anos de solidão, conheci um rapaz com a mesma idade que eu, depois de conversarmos por horas a fim,descobrimos que tínhamos muitas coisas em comum. Embora ele more em outro estado,isso não foi empecilho nenhum para que nos conhecêssemos.

 Então começamos a nos relacionar. No começo era uma paixão enlouquecedora, passávamos o tempo todo conversando através de e-mail, sms ou ligações a qualquer hora do dia.



 Decidimos então passar um fim de semana juntos, bem romântico.
 Foi tudo tão perfeito, parecia até um conto de fadas.

Quando retornarmos à vida real, todo aquele amor, aquela paixão começou a esfriar.

Ele diz que me ama, mas não com a intensidade de antes, ele é um tanto problemático, tem dias que me liga todo amoroso, tem dias que me despreza e diz que gosta da solidão, mas logo depois me pede pra não deixá-lo.

Confesso que já nem sei o que pensar. Embora eu o ame, tento me afastar, mas não consigo, pois quando me lembro de tudo que vivemos, me aperta o coração.

Um dia ele está bem, me ama, me diz coisas lindas, me faz promessas, mas no outro me trata com tamanha frieza, e quando eu reclamo da forma como me trata, ele faz como se nada estivesse acontecendo.

Isso está me matando aos poucos, perdi o brilho no olhar, fico triste, mas nem consigo mais chorar. E não sei como agir.

Eu o amo muito,mas eu preciso me amar mais.
Poetisa



No final você mesma responde sua dúvida. Você precisa se amar mais.


Pense que mesmo no passado tudo sendo bom, o passado não pode ser responsável pelo que você sente agora.
Viva o dia de hoje, viva seus sentimentos relativos ao que ele sente por você HOJE, se valorize.  


Ninguém pode mudar ninguém, muito menos o que ele sente em relação à você. No final, cada um pensa em si mesmo, e se ele abandonou o amor que existia, não cabe a ninguém carregar o peso sozinho. Ninguém ama por dois. Viva o hoje, e viva você agora.