Uma traição virtual é bobagem?

Entende-se por namoro virtual, praticas amorosas tais como flerte, elogios de cunho amoroso, quaisquer outras atividades como conversas que vão além da amizade, feitas através do computador, onde ambos desenvolvem um sentimento diferente da amizade - e que todo mundo já conhece.


A prática do namoro pela internet é nova. Ela tem pouco mais de 12 anos, e tudo aquilo o que é novo na nossa vida, Assim como tudo o que é novo na vida humana, a prática ainda não tem um julgamento específico, e vai sofrer um enquadramento moral, sendo odiado, banalizado, negado pelos mais conservadores, e abraçado pelos mais modernos.

Pode até levar algum tempo para que algumas pessoas percebam que a prática apesar de não carnal, é feita por duas pessoas reais afetando diretamente a vida delas. 

No comentário do post Traição Virtual aqui do blog, algumas pessoas assumiram praticar mostrando não sentir remorso algum por cometer o ato da traição dentro de casa sendo casado.

No próprio comentário, um deles colocou em "cheque" tal argumento da seguinte forma.

Se um namoro virtual é de brincadeirinha e não pode ser levado à sério, porque então fazer às escondidas? Se não é errado e não tem relevância, porque não mostrar pra esposa, namorada, marido etc? 

Quem está do outro lado é enganado de uma forma ou de outra e é feito de otário. 

Tudo isso está ligado a falta de ver o mundo moderno como parte de nossas vidas, principalmente a internet.

Se você odeia a internet, informática etc, saiba que está prejudicando a si mesmo e excluindo uma forma de comunicação obrigatória para os dias de hoje. Agregue a internet à sua vida, conheça a nova forma de interação entre as pessoas e perceba que os meios de comunicação sempre se transformam, e que a internet não serve apenas pra namorar, embora ela seja o novo "telefone", onde pessoas irão marcar encontro, conhecer gente nova de uma forma mais profunda no primeiro encontro.

Se você acha que a internet é bobeira, saiba que muita gente conheceu o parceiro com quem dividem o teto agora através dela, e que a relação entre essas pessoas é tão real quanto qualquer outra.

À partir do momento em que a outra pessoa está de comum acordo com quaisquer práticas que você mantenha, aquilo deixa de ser sério.