O que acontece no nosso cérebro quando terminamos um relacionamento?

A paixão é um sentimento involuntário, incontrolável. Ela inunda nossa mente de forma obsessiva e faz com que a pessoa queira ficar perto da outra de qualquer jeito.

Como um feitiço, tudo o que você disser pra alguém apaixonado, por mais errado que esteja, será o certo, será lei. É praticamente um vício.

No cérebro, ver a pessoa amada ou até mesmo uma fotografia dela ativa o nosso sistema de recompensa - que é o responsável pela mediação dos sistemas de euforia e prazer. Ele nos faz querer tudo o que é bom, e a paixão está inclusa.

É um risco amar

Amar pode dar errado, aposto que você já tentou desistir dessa coisa de amor várias vezes e nunca consegue. Uma hora você acerta. 

Nunca tive ninguém e sou feia.


Olá, sou tenho 20 anos, nunca namorei na vida, nunca fiquei com ninguém.

 Por muitos anos da minha vida fui maltratada pelas pessoas, e no início do ano passado fiz consultas no psicólogo que me ajudou muitíssimo, pois minha auto-estima estava abaixo do sub-solo...

Sou uma mulher camarão ( tira a cabeça e aproveita o resto.) Não adianta eu usar maquiagem, cuidar dos cabelos, não fico bem de jeito nenhum, nem consigo me olhar no espelho. Sei lá um bloqueio meu.

Parece que nunca irei namorar. Já estou no quinto semestre na faculdade que eu amo, sou inteligente, tenho boas amizades, mas estou muito triste e cansada. Ninguém chega em mim. 

Você é uma mulher preguiçosa?

Tudo tem seu lado ruim. Até mesmo o machismo é ruim para os homens, no sentido em que o "certo" seria que eles devessem ter atitude e fizessem tudo pra conquistar uma mulher.

Onde isso tudo vai dar? Em mulheres preguiçosas.

O Feminismo pregaria a igualdade (na medida do possível) de homens e mulheres, mas muitas mulheres começam a escolher os trechos que acham mais confortáveis do feminismo E TAMBÉM do machismo tentando chamar isso de "igualdade". Vou falar especificamente da preguiça que as mulheres têm, contrariando à certo ponto um post que EU fiz sobre o que as mulheres querem no homem.

Supervalorizar quem perdemos ou cativar o que ainda temos?

Falta um equilíbrio.
Existem vários tipos de queixas das pessoas que não conseguem ter um relacionamento feliz, e a maioria delas comete erros que só aprendemos com outros erros e com o tempo.

É errando que aprendemos a não cometer novamente as mancadas que já fizemos, mas mesmo assim os MESMOS erros são cometidos várias vezes e nunca percebemos que o verdadeiro culpado somos nós.

Diz a citação:

Nunca crescemos

Inspiração do dia

Grande verdade sobre o ser humano. Passamos a fase adulta escondendo do mundo nossa vontade de fazer criancice.  

Tenho namorado, mas estou me apaixonada por outro.



Tenho dezoito anos e namoro com o mesmo garoto desde os dezesseis.
Estudávamos na mesma escola e nos víamos todos os dias. Mas desde o início do ano, quando fomos para faculdades diferentes, ele vem me ligando menos vezes durante a semana e existem semanas que ele nem me liga. Apesar disso, eu sei que ele ainda me ama e só faz isso porque está realmente ocupado.

Só que na faculdade eu conheci um menino incrível. Em apenas uma semana nós já tínhamos ficado bem próximos e acabamos nos tornando amigos inseparáveis. Só que de repente eu não consegui mais parar de pensar nele.

Sua namorada é feia, parta pra outra!

Não mesmo! 

Talvez você tenha passado por esta situação. Conhece um rapaz (ou moça) super legal, que te faz sentir nas nuvens quando está ao lado dele. O problema acontece quando você apresenta a pessoa pra sua família ou amigos. Imediatamente eles condenam, e começam com piadinhas e frases clichês, que parecem desumanas.

"Você merece algo melhor que isso"
"Você é bonito (ou bonita) demais pra ele/ela"
"Parta pra outra"

Não me sinto feliz na minha própria casa!


Tenho 17 anos e já estou na faculdade. Meus pais me tratam como se eu tivesse 10 anos de idade, e isso vem me prejudicando...

 Quando eu estava no ensino médio, eu não dava muita importância para isso, mas agora isso já esta me deixando louca. Um grande exemplo da paranoia deles é de não me deixar fazer um simples trabalho na casa de uma colega (e na faculdade a maioria das coisas são em grupo, desde grupos de estudos até trabalhos), e a desculpa de minha mãe é: " você não vai na casa de pessoas que nos não conhecemos" ou até mesmo "você é menor de idade", às vezes me pergunto se quando eu fizer 18 anos (daqui 5 meses), essa paranoia vai acabar.