Ajudando um amigo: Não menospreze a dor alheia

Se tratando de ajudar alguém, podemos cometer alguns erros comuns que pode piorar a situação ao invés de ajudar.
Imagine agora que você tem um problema, e quando pede ajuda, a pessoa simplesmente diz que existem problemas piores que o seu, e por isso você não deveria se queixar.

O que você sente? Imediatamente aquela vontadezinha de xingar seu amigo com toda sinceridade. Porque não devemos fazer isso?

Frase bonitinha, com sentido, mas que não ajuda em nada...
As pessoas são diferentes. Algumas são boas em cálculos, outras são conseguem perceber se alguém gosta dela, outras conseguem ouvir, outras não são boas interpretando, outras são mais frias etc...

Com o passar dos anos, vamos ficando mais conscientes, inteligentes, adquirindo sabedoria nas experiências ou com estudos. Com isso, notamos que alguns problemas que antes eram o fim do mundo, parecem patéticos, e se você pudesse lidar com eles usando a mente que tem agora, tudo seria diferente.

Acontece que você se lembra perfeitamente como era desesperador naquele tempo. Só porque você não tem a chave e a resposta pra alguma coisa, você deve punir alguém que não sabe?

Quando alguém lhe pedir ajuda, não use o argumento de que outras pessoas estão pior, que o problema delas é idiota, que é crise adolescente ou qualquer coisa assim. Se você tem a resposta pra uma dificuldade, então dê tal resposta a quem precisa.

Na cabeça de alguém que não sabe como lidar com a situação, sua solução pode ser reconfortante, ao invés de  usar uma frase de efeito mostrando os problemas alheios que são piores sem mostrar uma saída. Não faça piadas sobre o mundo em que seus amigos vivem, sobre a realidade deles que é diferente da sua. Tenho certeza que você não gostaria de estar no lugar deles.

Ser gentil quando alguém precisa, transformar o desespero em alívio, ensinar como lidar com um problema, vai gerar satisfação e gratidão pra você. Você perde a piada, mas pode ter certeza que irá ganhar muito mais depois sendo admirado. Um dia, você pode precisar de ajuda também, e aposto que se alguém der a você a resposta de que "seu problema é ínfimo perto dos problemas do mundo", não iria ser de ajuda alguma na sua busca pela solução.
imagem-getty