Seu nariz é feio hein?

As pessoas costumam ser cruéis sem saber. Maria odeia seu nariz, porque o acha grande demais, e Pedro odeia suas orelhas pelo mesmo motivo. O que vemos, são pessoas no dia a dia, fazendo questão de lembrar eles disso. O que é óbvio, é que eles estão cansados de saber quais são seus "defeitos" mais odiados.

O que eu queria, é que todo mundo tivesse um pouco de bom senso na vida e empatia, pra pelo menos tentar diminuir o sofrimento alheiro. Normalmente os que se acham perfeitinhos, são os primeiros a fazer esse tipo de coisa. Esse tipo de comentário desagradável, aumentou muito com o uso de redes sociais, onde pessoas adicionam qualquer estranho. No final das contas, você acaba com muita gente que não conhece, e que não tem nenhum sentimento por você - nem mesmo respeito pelas pessoas que não conhece.

Somando tudo isso, ainda temos o efeito internet, que é a sensação de que não tem ninguém observando, e que você está lidando com uma máquina. Com isso, você fala o que quiser, ofende sem achar que está ofendendo. É claro que existe aquela parcela de pessoas que ofendem cara a cara mesmo, o famoso bullying. Pra esse tipo de gente, ofender é válido para não perder a piada. Não façam piadas com a imagem de pessoas assim, elas se irritam e procuram revidar com mais força.

mal desnecessário 
Não exercite esse tipo de comportamento. Não exercite apontar defeitos nas pessoas, lembrar elas das injustiças do mundo, não fortaleça a raiva delas pela vida, e por terem nascido assim.

A essência do ser humano é o sentimento, a empatia. Pessoas desprovidas disso, são apenas animais incapacitados de viver em sociedade. Vamos parar de inconveniência achando bonitinho apontar o defeito físico das pessoas caso elas não sejam íntimas de vocês e, não estejam ok com isso.

Acha feio? Guarda pra você!

Bom senso, é o conceito chave do dia.